Homem que estuprou e engravidou a filha e a enteada é condenado a 109 anos de prisão no Oeste de SC

O acusado foi condenado pelos crimes de estupro de vulnerável e por ameaças. Um homem de 41 anos, morador de Ponte Serrada, no Oeste catarinense, foi condenado pela Justiça por ter estuprado e engravidado a filha e a enteada a 109 anos e quatro meses de reclusão, em regime inicialmente fechado. A sentença do juiz Luciano Fernandes da Silva ocorreu na sexta-feira (16). Cabe recurso da decisão.
O acusado foi condenado pelo crime de estupro de vulnerável na forma de continuidade delitiva simples em relação a cada uma das vítimas, e por ameaças. O nome do suspeito não foi divulgado.
A denúncia apurou que a enteada foi abusada desde os 7 anos de idade, em 2007, até fevereiro do mesmo ano. Ela engravidou do padrasto e conseguiu contar sobre os 12 anos de crime durante a escuta especial.
A filha do acusado também sofreu os abusos por dois anos. Com ela, os atos libidinosos iniciaram quanto tinha entre 13 e 14 anos de idade e só pararam com a gestação, em fevereiro deste ano, quando conseguiu falar sobre o assunto também através da escuta especial.
As duas eram ameaçadas de agressão e de morte, conforme informou o Tribunal de Justiça. Ele está no Presídio Regional de Xanxerê desde o oferecimento da denúncia.
Veja mais notícias do estado no G1 SC
Compartilhe