Mulher astronauta que viveu mais tempo no espaço retorna à Terra

A astronauta Christina Koch retorna à Terra, nesta quinta-feira (6) após entrar para a história da exploração espacial ao passar 328 dias na Estação Espacial Internacional (ISS) e ao ter participado da primeira caminhada espacial composta apenas por mulheres. Ao longo do período em que ficou na órbita do planeta, a norte-americana realizou pesquisas científicas importantes e ainda conseguiu se divertir com o privilégio de esta no espaço. Veja algumas das fotos compartilhadas por Christina em sua conta no Instagram durante a missão da Nasa 

O recorde permanência no espaço de Cristina é importante também para os estudos das consequências no corpo de longas viagens pelo Sistema Solar. Os resultados vão contribuir para estimar qual será o impacto de uma viagem até Marte, por exemplo

A astronauta fez uma horta em microgravidade, outra atividade importante para as futuras missões

Uma outra área de estudo fez teste de combustão no espaço. Os resultado contribuem tanto para uma vida no espaço quanto para diminuir a poluição atmosférica. A astronauta revela que em microgravidade as chamas tem o formato de um esfera

O espaço dentro da Estação Espacial é bem restrito e nem sempre é possível separar todas as atividade do dia a dia. Por isso, não é incomum um cientista fazer pesquisas ao lado de quem está tentando manter o corpo em forma

A norte-americana também estou maneiras de reabastecer veículos autônomos no espaço. A principal dificuldade é manter algo líquido no fundo do tanque quando não existe gravidade

Os astronautas precisam se ajudar durante a permanência no espaço. Em um fim de semana, o astronauta Nick Hague pediu ajuda para corta o cabelo e o momento foi divido nas redes sociais

A impressora 3D é um equipamento que é usado em diversos setores aqui na Terra. No espaço, os astronautas estão testando um impressora biológica, que poderia até mesmo fabricar tecidos humanos

Estudante também podem enviar seus experimento ao espaço. Os vencedores de uma competição realizada pela Nasa enviaram os robôs SPHERES  que foram testados por Christina 

Durante o tempo livre, a astronauta gostava de fica na janela da ISS observando a Terra 

A janela também era o local escolhido para relaxar e ler um livro após uma longa semana de trabalho

O momento histórico da permanência de Koch no espaço foi a caminhada espacial composta apenas por astronautas mulheres. Christina Koch e Jessica Meir deixaram o interior da ISS para realizar a manutenção de equipamento na parte externa da Estação Espacial. Nas rede sociais, o feito foi comemorado com a hastag #AllWomanSpacewalk ‬

A busca pela cura do Alzheimer e do Parkinson também acontece no espaço. Em microgravidade, os aglomerados de proteínas dessas doenças se formam em gotas líquidas flutuantes

O dia de Ação de Graças é um momento muito importante para os norte-americano e isso não muda com a vida no espaço. Christina, postou uma foto ao lado de toda a tripulação da ISS celebrando a data

Para celebrar o natal a tripulação fez biscoito e tomaram leita. Nas redes sociais eles aproveitaram para mandar um feliz Natal e desejar um feliz ano novo

Além de ler e tirar fotos, assistis à partidas de futebol americano também estavam entre as atividade de lazer durante os mais de 300 dias no espaço

Além de participar da primeira caminhada espacial só de mulheres, Jessica Meir e Christina Koch realizam também a segunda caminhada espacial histórica

Passando tanto tempo no espaço, Christina comemorou o aniversário na órbita do planeta e disse que estava feliz de poder trabalhar na data

Em uma de suas últimas postagens no Instagram, a astronauta se despediu dos amigos astronautas e disse que irá sentir falta de todos

Compartilhe